sexta-feira, 18 de março de 2011

Você tem sido muito agressivo ultimamente
Fumando muitos cigarros ultimamente
Mas lá dentro, você é só um bebêzinho
Tudo bem dizer que você tem um ponto fraco
Você não precisa estar sempre por cima
Melhor ser odiado do que amado, amado, amado pelo que você não é.

Você é vulverável, você é vulverável
Você não é um robô
Você é amável, você é amável
Mas você só está com problemas

Adivinha só? Eu não sou um robô, um robô
Adivinha só? Eu não sou um robô, um robô

Você tem andado com uns infelizes
De quem você nunca gostou e em quem nunca confiou
Mas você é tão magnético, você atrai a todos
Nunca comprometido com nada
Você não atende o telefone quando ele toca, toca,
toca...
Não seja tão patético, só se abra e cante

Eu sou vulnerável, eu sou vulnerável
Não sou um robô
Você é amável, você é amável
Mas você só está com problemas

Adivinha só? Eu não sou um robô, um robô
Adivinha só? Eu não sou um robô, um robô

Pode me ensinar a me sentir verdadeiro?
Você pode me ligar?
Bem, deixe a batida se soltar


http://www.vagalume.com.br/marina-and-the-diamonds/i-am-not-a-robot-traducao.html#ixzz1Gzfz3dwX

Um comentário: